Greve dos Servidores Públicos de Quixeramobim já dura 16 dias

A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) participou de uma reunião nessa terça-feira (21), a pedido do Sindicato dos Servidores Públicos de Quixeramobim (Sindseq), com os servidores e com as servidoras municipais de Quixeramobim, no Sertão Central. A categoria está em greve desde o dia 6 de novembro, lutando pela regularização do pagamento dos salários e pela definição de um calendário de pagamento. Atualmente, cinco secretarias aderiram ao movimento paredista: Saúde, Infraestrutura, Cultura, Agricultura e Assistência Social.

Os servidores vêm recebendo os salários com bastante atraso e de forma irregular, a cada 50 ou 60 dias. Há motoristas de transporte escolar que não recebem salários há 7 meses. Com isso, eles não conseguem realizar o seu planejamento financeiro, o que resulta em cortes de energia, de água, sem mencionar dívidas causadas por empréstimos bancários, que ocasionam juros sobre juros, já que os trabalhadores não têm como efetivar os pagamentos.

A Prefeitura de Quixeramobim ainda não deu nenhuma justificativa para o atraso nos salários. Sabe-se apenas que o prefeito está viajando para Brasília. O clima é de total insegurança, já que nem mesmo um calendário oficial de pagamento foi disponibilizado.

Um Serviço Público Municipal de qualidade depende de investimento em infraestrutura, serviços e, principalmente, nos servidores. Afinal, são eles os responsáveis por atender a população. Ao atrasar os salários, a Prefeitura mostra desrespeito não só pela categoria, mas também pelos cidadãos de Quixeramobim.

A Fetamce posiciona-se contra a atitude da Prefeitura e ratifica apoio à greve dos servidores, em defesa do trabalho decente e do serviço público e convida toda a população de Quixeramobim a juntar-se à luta iniciada pelos servidores públicos.

Confira a agenda de greve:

22 de novembro (quarta-feira)
O presidente do Sindseq usará a Tribuna da Câmara de Quixeramobim às 8 horas;

23 de novembro (quinta-feira)
Assembleia com os servidores em greve para definir o rumo da greve.

DEIXE UM COMENTÁRIO