Crateús: Sindicatos definem pauta de luta contra mudança de regime


Reunidos em assembleia unificada dos sindicatos dos Professores e dos Servidores, os servidores públicos municipais de Crateús definiram, neste sábado (28), a estratégia na luta contra a aprovação do projeto de lei que altera o regime jurídico de contratação vigente no Município, de celetista para estatutário. A assembleia foi convocada pelo Sindicato dos Servidores e Sindicato dos Professores.



Os servidores deliberaram que, na próxima quinta-feira (3), data da votação do projeto na Câmara Municipal, haverá paralisação geral com manifestações ao longo do dia. O ponto alto do movimento ocorrerá às 17h30min, quando haverá concentração em frente à Câmara Municipal.


Os servidores consideram a alteração do regime trabalhista lesiva à categoria, em virtude da perda do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e da maior vulnerabilidade dos trabalhadores nos embates com a administração municipal. Temem ainda que a mudança de regime trabalhista seja apenas o primeiro passo para a implantação de Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) no Município.


Imagem: Socorro Pires, presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Crateús durante a assembleia


Com informações e imagens do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Crateús


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO