Trabalhadores/as lançam 3ª Conferência Nacional de Educação (Conae) em Fortaleza


Fortaleza já começa a se preparar para a 3ª Conferência Nacional de Educação (Conae), a ser realizada em Brasília (DF) em 2018. Ela será precedida de conferências municipais, distrital e estaduais, articuladas e coordenadas pelo Fórum Nacional de Educação (FNE), do qual a CUT faz parte. No próximo dia 4 de outubro, inicia-se o ciclo de debates que marca o lançamento da Conae 2018 no Ceará, com a mesa redonda “Financiamento da educação no cenário atual”, organizada pelo Fórum Estadual de Educação. No dia anterior, será realizada palestra sobre a “Reforma do Ensino Médio”, com o coordenador do Fórum Nacional de Educação (FNE), Heleno Araújo. Ambas as atividades vão ser realizadas na sede da Adufc-Sindicato, em Fortaleza.


No Fórum do Ceará, o movimento sindical cutista participa ativamente ainda com outras federações e sindicatos, como: Fetraece, Fetrace, Fetamce, Mova-se, Sindiute e Apeoc. São trabalhadores rurais, trabalhadores em educação e servidores públicos envolvidos nas discussões.


O Fórum Nacional de Educação é o organizador da Conferência Nacional de Educação, que é realizada a cada quatro anos. Em 2018, o tema será “A Consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e o Plano Nacional de Educação (PNE): monitoramento, avaliação e proposição de políticas para a garantia do direito a educação de qualidade social, pública, gratuita e laica”.


“É muito importante que a gente dê continuidade às conferências. Percebemos que o Plano Nacional de Educação não está sendo cumprido e que uma das maiores dificuldades é o financiamento – estamos trazendo essa prerrogativa para a mesa de discussão”, é o que afirma a coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Rita de Cássia Lima. Ela se refere ao início do ciclo de debates da próxima terça-feira (4/10).


A coordenadora afirma ainda que esse ciclo de debates que antecede a Conae também discute o desmonte do estado e as ameaças a direitos historicamente conquistados – a exemplo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241/16 e o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/16. “Também vamos discutir as atrocidades no ensino médio. Não se concebe uma educação libertadora sem a prática social. Desde que eu era criança, ouço falar que o ‘Brasil é o país do futuro’. Mas como ser um ‘país do futuro’ sem criticidade, liberdade e autonomia na educação?”, questiona Rita de Cássia.


Rumo à Conae 2018


Essa vai ser a terceira edição da Conae, onde também vão ser reafirmados compromissos acordados em edições anteriores. No primeiro semestre de 2017, todos os 184 municípios cearenses devem realizar suas conferências municipais. A etapa estadual ocorre no segundo semestre e vai culminar com a escolha de cerca de 150 delegados/as que vão representar o Estado na Conae 2018 – entre gestores, pais, professores e representantes de universidades.


“Agora, os trabalhos internos desenvolvidos pelo FNE ganham ruas e praças dos municípios brasileiros em cada estado, para organizar e executar as etapas municipais, estaduais e distrital em 2017 e a etapa nacional em 2018. Vamos precisar de todas e todos nesta tarefa coletiva”, diz o coordenador do FNE, Heleno Araújo. A terceira edição da Conae acontecerá em abril de 2016, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF).


SERVIÇO:


Lançamento da Conae 2018


4 de outubro de 2016 (terça-feira), das 14h às 17h


Adufc-Sindicato – Avenida da Universidade, 2.346 – Benfica


Palestra “Reforma do Ensino Médio”


3 de outubro de 2016 (segunda-feira), às 9 horas


Adufc-Sindicato


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO