Após ato nas ruas, professores do Crato entram em greve


Os professores da rede municipal de ensino do Crato deliberam, em assembleia geral realizada hoje (30/7), durante paralisação da categoria, decretar greve geral por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em meio às atividades do Dia D de luta em prol das Bandeiras dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Educação, que ganhou as ruas da cidade e mobilizou centenas de pessoas.


Conforme o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Crato, foi frustrada a tentativa de diálogo com a Prefeitura durante as negociações da campanha salarial 2014. Segundo Júnior Matos, presidente da organização sindical, “o diálogo tem que ser permanente, no entanto, a negociação tem que ser clara e objetiva. Isso acabou não acontecendo”, esclarece o dirigente, que aguarda respostas aos pontos abaixo, que motivam a mobilização da categoria:


1. Repasse da diferença salarial do piso para todos os profissionais do magistério;


2. Majoração do percentual de regência de classe atualmente de 8% (oito por cento) sobre o salário base, para 20% (vinte por cento); 


3. Reformulação do Plano de Cargos e Carreiras do Magistério;


4. Pela progressão dos Auxiliares de Serviço Gerais, Merendeiras, Técnicos Administrativos e Secretários Escolares.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO