SINDSERP denuncia não atendimento de direitos dos servidores públicos pela prefeitura de Milhã

A direção do Sindicato dos Servidores Público Municipais de Piquet Carneiro, Catarina, Deputado Irapuan Pinheiro, Milha e Solonópoles (SINDSERP) denuncia que a prefeitura do município de Milhã não vem atendendo aos direitos básicos dos servidores municipais.


A situação é que Milhã está em atraso com o salário dos servidores estáveis, diárias de motoristas e horas-extras de funcionários. O SINDSERP enviou ofício cobrando da administração os pagamentos relatados e o executivo local deu prazo de 30 dias para a resolução do problema, mas, passado o mês fixado como período máximo para a resolução do caso, as demandas não foram atendidas. Até agora os servidores estão sem resposta do executivo.


O Sindicato planeja entrar com uma ação na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), do Ministério Público Estadual, e com um mandato de segurança, que serve para resguardar Direito líquido e certo que seja negado, ou mesmo ameaçado, por autoridade pública ou agentes particulares no exercício de atribuições do poder público.


Segundo o Presidente do SINDSERP, Dijan Carlos Lopes Pinheiro, também não foi feito o pagamento do imposto sindical, que é a contribuição anual equivalente a um dia de trabalho, que todo trabalhador, filiado ou não, dá por ano ao sindicato de sua categoria. O caso é que o desconto já foi feito na folha de pagamento das categorias no serviço público da cidade e não foi encaminhado ao Sindicato.

Assessoria de Comunicação – FETAMCE

Siga-nos no Twitter > @FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO