Sem reajuste salarial no ano, servidores de Nova Russas entram em greve


Desde segunda-feira (9), os servidores municipais de Nova Russas, município da Regional Crateús, estão em greve. Os trabalhadores reclamam que a gestão ainda não reajustou, nesse ano, o salário dos professores, dos profissionais de saúde e da administração. A Prefeitura, por sua vez, alega que não concedeu os reajustes, pois ainda está repassando os valores do pagamento de novembro e dezembro do ano passado.


José Milton, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Russas, informou que a Prefeitura vem pagando o salário de novembro sem definir parcelas ou valores certos e diz ainda que, há três meses, não repassa recursos para completar o pagamento daquele mês. Segundo o presidente, o movimento grevista está forte, com todas as escolas municipais sem aulas e com a participação de mais de 40% dos profissionais de saúde.



De acordo com ele, os professores pedem reajuste salarial linear de 7,97%; os profissionais de saúde e da administração, por sua vez, pedem 13% e os técnicos de abastecimento de água, 10%. As categorias cobram reajustes retroativos a janeiro deste ano.


Além disso, o Sindicato reivindica fardamento para os profissionais de saúde e garis. Segundo José Milton, os garis efetivos estão trabalhando com sandálias, sem botas e sem bonés e sem luvas, o que traz riscos às suas saúdes.


Nesta sexta-feira (13), uma comissão de greve vai ser reunir com o prefeito para que sejam retomadas as negociações.

 


Imagem: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Russas


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO