Professores de Juazeiro do Norte tentam impedir mudanças no PCCR

Mesmo com a greve encerrada, por determinação do Tribunal de Justiça do Ceará (TJC), e tendo parte dos salários que haviam sido retirados, devolvidos pela administração, o impasse entre os servidores da educação e a Prefeitura de Juazeiro do Norte continua. Os professores lutam agora para impedir as mudanças no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Magistério, aprovado em dezembro de 2009 e em vigor desde abril deste ano.


Após quase um mês de greve, os professores da rede municipal decidiram retornar as escolas na segunda-feira, dia 6. Mas, a categoria continua com a mobilização. Um ato público ocorreu no mesmo dia, pela garantia dos direitos conquistados, pelo cumprimento da Lei do PCCR, e por uma educação de qualidade. A votação do PCCR estava prevista para ocorrer esta semana, e mais uma vez, os servidores tentaram convencer os vereadores a apoiá-los. Houve mobilização na Câmara.


Os vereadores de Juazeiro do Norte, na região do Cariri, estão prestes a votar pela aprovação ou não da mensagem do executivo que versa sobre a alteração do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos professores. O projeto é polêmico e gera protestos da categoria.


Os profissionais da rede municipal de ensino estiveram em greve desde o dia 11 de novembro. Houve ocasião em que os professores chegaram a invadir a Câmara para pressionar os vereadores. O prefeito Manoel Santana se reuniu com vereadores aliados nesta semana, mas o resultado do encontro não foi divulgado.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO