Prefeito de Maracanau demite dirigente sindical e FETAMCE repudia arbitrariedade

Está mais do que comprovado que o prefeito dde Maracanau, Roberto Pessoa, não consegue conviver com as críticas ao seu governo, sempre cercado de capachos, bajuladores e parasitas, quando se depara com pessoas ou grupos contrários ao seu modo narcisista de governar usa de sua prerrogativa de prefeito – prerrogativa esta que lhe foi dada pelo povo de Maracanaú – para ameaçar, perseguir e punir aqueles que não dizem amém aos seus desmandos. A FETAMCE denuncia e repudia essa arbitrariedade na demissão sumária de dirigente sindical pelo prefeito de Maracanau.


Foi o que aconteceu com um dos dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Maracanaú Agamenon Rocha, membro da executiva SISMA, que foi demitido sumariamente por participar de um ato público na Câmara Municipal onde foram feitas duras criticas aos desmandos administrativos do prefeito de Maracanau, chamado de prefeito das estátuas ou como dizem os mais sábios o Nabucodonosor de Maracanaú.


Embora Roberto Pessoa tenha usado várias justificativas aparentemente legais para demitir o servidor não há como se contestar que foi um ato político de retaliação, haja vista que a portaria de exoneração tem a mesma data da participação do dirigente no ato público,  isto é 15 de março. Cabe a pergunda: Para onde foi o PRINCÍPIO DA IMPESSOALIDADE CONTIDO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E CITADO NA REFERIDA PORTARIA?


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO