Moradores confirmam falência administrativa em municípios cearenses


Moradores de alguns municípios cearenses onde as prefeituras aderiram ao protesto encabeçado pela Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), na última terça-feira, confirmaram o quadro de falência administrativa.

 

Em Massapê, município distante 272 km de Fortaleza, a jovem Daiane Marques, 21, adiantou que se a situação já estava grave com a Prefeitura funcionando, agora, sem servidores, “vai piorar”. “Não tem médico nos postos, não tem merenda nas escolas. Está um caos, desde outubro”, reclama a moradora Daiane.


Com parte dos servidores de braços cruzados também em Reriutaba,a dona de casa Socorro Lopes, moradora do Centro do município, diz que a cidade está “entregue às moscas”.


“Aqui, pode até ter os serviços básicos funcionando. Mas a situação está bem precária”, também relata o aposentado José de Sousa, 68, de São Luis do Curu, na Região Metropolitana de Fortaleza. Lá, a Prefeitura também amanheceu ontem de portas fechadas, dentro da ação organizada por parte dos prefeitos cearenses diante do que consideram situação ingovernável diante da crise.


Fonte: O Povo

Assessoria de Comunicação – FETAMCE

comunicacao@fetamcetmp.org.br


 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO