Sindsep vai ao Tribunal de Justiça questionar piso ilegal de agentes de endemias implantado em Uruburetama


Na manhã de ontem (15), a presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsep), Quitéria Freire, foi ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), acompanhada de representantes dos agentes de endemias do município de Uruburetama e do advogado da organização sindical na cidade, Fridtjof Alves, para uma audiência com desembargador Clécio Aguiar Magalhães.


O objetivo do encontro foi pedir celeridade na apreciação do processo movido pelos agentes de endemias de Uruburetama que pleiteia a regulamentação do piso da categoria conforme o piso nacional, de R$ 1.018, tendo em vista que a Prefeitura aprovou na Câmara Municipal aprovou piso de apenas um salário mínimo para a classe, contrariando Lei Federal que resguarda o salário da classe.


“O município pratica uma ilegalidade ao criar um salário localmente contrariando a legislação federal. É um absurdo a nossa justiça permitir que prefeitos pratiquem atrocidades como estas e sigam sem que sejam imediatamente corrigidos com o rigor da lei. Nós não descansaremos até enquadrar a prefeitura de Uruburetama para que simplesmente atenda o que nos é de direito”, discursou Quitéria Freire na saída da audiência.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO