Servidores da educação não professores entram em greve em Jaguaretama


Servidores da educação, exceto professores, de Jaguaretama entraram em greve depois de recorrentes atrasos de salários e de até agora não terem recebido os vencimentos de outubro. A categoria aprovou a deflagração da paralisação na última segunda-feira, 16 de novembro.


Ontem, 19 de novembro, no primeiro dia de interrupção das atividades, os trabalhadores denunciaram também a apropriação, pelo município, dos valores descontados dos contracheques dos funcionários relativos a empréstimos consignados. Muitos estão com restrição de crédito, pois a prefeitura não está repassando os montantes extraídos das remunerações para os bancos credores.


Além disso, os grevistas pleiteiam o pagamento do salário de dezembro de 2012 de todos os servidores públicos do município, que até hoje não receberam o benefício daquele período. Sobre isso, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaguaretama informa que no dia 24 haverá uma audiência com a Promotoria, o sindicato e a gestão para tratar o pagamento de dezembro de 2012. A organização sindical critica a postura da gestão, que nunca demonstrou vontade de pagar o débito.


Outra categoria que tem estado insatisfeita são os garis. O grupo chegou a ficar parado por 10 dias por conta, também, de atrasos salariais. Após a quitação da dívida com a classe, os trabalhadores voltaram às atividades.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO