Em carta, Haddad assume compromisso com servidores municipais

Em carta dirigida aos servidores públicos municipais, estaduais e federais, o candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), assume o compromisso de revogar a Emenda Constitucional (EC) 95, que congela os investimentos públicos por 20 anos, e as leis da Reforma Trabalhista e da Terceirização Irrestrita. No documento, Haddad reafirma posição contrária à Reforma da Previdência proposta por Temer e defendida pelo candidato da extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL), que votou a favor da EC 95, da reforma trabalhista e da terceirização indiscriminada.

Veja:

DEIXE UM COMENTÁRIO