Tem início as Oficinas Regionais sobre Trabalho Decente em Fortaleza

A atividade no Ceará abre o calendário de oficinas sobre o tema promovido pela CUT em todo Brasil. O evento começou terça-feira, prosseguindo nesta quarta-feira, dia 13/4, reunindo em Fortaleza dirigentes sindicais do Ceará. Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte.

Qualificar os dirigentes sindicais cutistas para o processo de construção da I Conferência Nacional do trabalho Decente, que será realizada em março de 2012. Esse é um dos objetivos das Oficinas Regionais sobre Trabalho Decente, que começaram na terça-feira (12/4), com a atividade em Fortaleza. A primeira de uma série de oficinas reúne dirigentes sindicais cutistas dos estados do Ceará, Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte, no Hotel Praia Centro em Fortaleza.


O secretário Geral da CUT, Quintino severo, e o Secretário Nacional de Relações do Trabalho, Manoel Messias de Melo, reforçam que estão em jogo nesse processo “um novo padrão de regulação do trabalho e a sua democratização de um lado, e de outro, a institucionalização da precarização. Neste momento, tende a ganhar força, as propostas que aprofundam a flexibilização das relações de trabalho e a retirada de direitos. Por isso, precisamos garantir que propostas dessa natureza, defendidas por setores conservadores sejam barradas e não encontrem ressonância na sociedade”.


De acordo com eles, o papel do movimento sindical será de exigir dos gestores locais a convocação das conferências estaduais e municipais. Assim como disputar nas conferências a inclusão das propostas cutistas – “a exemplo das contrapartidas sociais, pensando a copa 2014 e olimpíadas 2016, combate aos acidentes e doenças do trabalho, regulamentação da terceirização, igualdade de oportunidades (raça, gênero, geração e pessoas com deficiência), combate ao trabalho infantil e trabalho escravo, dentre outros”.


As oficinas serão realizadas em todas as regiões, sendo o mês de abril para os estados do Nordeste. Em maio, ocorrem em São Paulo e Florianópolis, reunindo os sindicatos do Sul e Sudeste. Em junho, os temas são discutidos com os sindicatos da Região Norte e em junho no Centro-Oeste.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO