Servidores de Itapipoca são recebidos pelo Prefeito no 5º dia de greve


Os servidores de Itapipoca realizaram na manhã de hoje (21/06), na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindsep), mais uma assembleia que ratificou o calendário de organização do movimento. A atividade contou com a presença das presidentas da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM-CUT), Enedina Soares e Vilani Oliveira. Na oportunidade, além de realizar caminhada pelas ruas da cidade e ato em frente às Secretarias de Educação e Saúde, os trabalhadores foram recebidos pelo Prefeito Dagmauro  Moreira.


Após a pressão do movimento, que está em seu quinto dia de greve, o Gabinete do Prefeito abriu as portas para os sindicalistas da cidade, que teve o reforço da Federação e da Confederação do ramo. Em audiência com Dagmauro, a presidenta do Sindicato, Quitéria Freire, ratificou a pauta dos servidores, que inclui: reajuste adicional de 4,9% para os professores; retroativo salarial do magistério, correspondentes aos meses de janeiro, fevereiro e março; universalização da política da reserva de um terço da carga-horária dos professores para planejamento e atividades extraclasse; reajuste dos demais servidores que ganham próximo ao salário mínimo para R$ 750,00; universalização da gratificação dos profissionais da saúde; e recondução da gratificação de professores de escolas de tempo integral.



Na reunião, Enedina Soares lembrou dos compromissos assumidos pelo Prefeito perante os servidores municipais de todo o estado, ao ser signatário da Plataforma Estadual por Um Município Decente e Democrático, que incluiu uma série de propostas para o desenvolvimento da carreira e dos direitos dos trabalhadores. “É hora de corresponder às promessas assumidas”, questionou a presidenta da Fetamce.


Por sua vez, Vilani Oliveira observou a possibilidade de reavaliação da folha de pagamento, despesas e arrecadação do município, de forma a organizar a máquina administrativa e poder, com isso, conceder as demandas apontadas pelos trabalhadores.


Porém, o Prefeito foi enfático ao justificar as dificuldades supostamente enfrentadas pela cidade para poder atender as demandas do movimento grevista. Ele disse ainda que a despesa da cidade com pessoal está próxima ao limite colocado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Dagmauro colocou, unicamente, a possibilidade de solucionar o problema da aplicação da político do “um terço”, propondo, finalmente, que uma comissão, formada pelo Sindicato e pelo Secretário de Finanças da cidade, David Lima, analise os gastos do munício e observas as saídas possíveis para o impasse.



Sendo assim, nesta terça-feira (22/7), representantes do Sindicato analisam as folhas de pagamento da cidade, seguida de nova reunião entre Sindsep, Prefeito, Fetamce e Confetam.


A programação da greve continua:


Dia 22/07/2014


1. Mobilização pelas ruas de Itapipoca


2. Reunião na sede do Sindsep


3. Reunião para análise da folha de pagamento da Prefeitura


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO