Servidores da Educação de Maracanaú mobilizam-se para a VII Marcha


O Sindicato Unificado dos Profissionais em Educação no Município de Maracanaú (Suprema) reuniu os delegados de base para mobilização da categoria para a paralisação estadual marcada para o dia 16 de setembro de 2016. O evento, chamado de VII Marcha dos Servidores Municipais tem como tema: Servidores em Luta – Contra o desmonte dos Municípios e dos direitos, terá concentração às 8 horas da manhã, na Praça da Justiça Federal, no Centro de Fortaleza.


 


A atividade é coordenada pela Fetamce, que convoca o movimento sindical e social do Ceará para a luta contra as medidas decretadas pelo presidente golpista Michel Temer e que tramitam a passos largos no Congresso mais conservador da história do nosso país. As propostas neoliberais atingem diretamente os servidores e os serviços públicos, retirando direitos consagrados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e pela Constituição. Tudo isso leva a um aprofundamento da precarização das relações de trabalho, que já são tão fragilizadas. Estão ameaçadas a carteira assinada, as férias, o 13º salário, os reajustes salariais anuais, os concursos, as progressões, os anuênios, os planos de carreira, o regime jurídico dos servidores, a previdência social, enfim, os principais direitos dos trabalhadores.


 


Para o Suprema, só a mobilização da classe trabalhadora poderá por freio em tamanho retrocesso. É por isso que o sindicato convoca os servidores da educação para a resistência popular. É hora de reunir dos delegados de base reunirem nos locais de trabalho, realizar encontros, debates e mostrar para os demais companheiros e para a população que sem reação teremos uma grande regressão nas conquistas duramente alcançadas pelo povo trabalhador brasileiro. Ao mesmo tempo, a diretoria do Suprema está percorrendo as mais de 90 escolas e locais de trabalho do município.


 


Veja mais detalhes em matéria da TV Suprema:


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO