Servidores aprovam continuidade da greve em Tabuleiro do Norte

Em greve há 15 dias, professores de Tabuleiro do Norte reunidos em Assembléia no dia 17 de abril aprovaram a continuidade do movimento de greve.


As negociações entre o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tabuleiro do Norte – SIMSEP e a Prefeitura não avançaram.  O impasse se dá no envio para a Câmara Municipal, sem discutir com os trabalhadores, de projeto lei de autoria do município que, se aprovado, irá reduzir os direitos contemplados no Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS do Magistério, segundo os sindicalistas. Os trabalhadores reivindicam também o piso salarial de R$ 1.773,00 e a destinação de 1/3 da carga-horária do magistério para planejamento. A prefeitura apresentou como proposta somente o piso R$ 1.451,00, que não foi acolhido pelos servidores.


Assessoria de Comunicação – FETAMCE

Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO