Servidor municipal passa a presidir o Conselho Estadual de Saúde

Na manhã da última sexta-feira, 9 de julho, foram empossados os conselheiros e conselheiras eleitas para o mandato do biênio 2021-2023 do Conselho Estadual de Saúde do Ceará/CE. Na oportunidade, o diretor da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), José Araújo Júnior, que representa o segmento de profissionais de saúde dos Conselhos Municipais de Saúde da Região do Cariri, foi eleito presidente do colegiado.

Também compõem a mesa diretora do órgão Francisco Adriano Duarte Fernandes, Vice-Presidente e representante do segmento usuário, Antônia Márcia da Silva Mesquita, Secretária Geral e também do grupo de usuários, e Ivelise Regina Canito Brasil, Secretária Adjunta e do setor Governo.

A Fetamce é representada no Conselho por Regina Claudia Neri de Paula, que ocupa a cadeira dedicada à entidade estadual com atuação e representação estadual dos profissionais da saúde de nível médio. Regina é servidora de Fortaleza e dirigente do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), filiado à Federação.

Solenidade

A cerimônia de posse foi conduzida pelo secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto). Na oportunidade, o gestor falou da importância do papel e da parceria do controle social com Secretaria da Saúde (SESA) em busca de uma saúde de qualidade e despediu-se dos antigos conselheiros. “A participação social deve ser incentivada, na busca de ampliar os acessos e qualificar o atendimento para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa é uma das nossas pautas. Parabenizo os antigos conselheiros pelo trabalho realizado no Cesau/CE e na sociedade como um todo”, disse o Secretário.

A secretária executiva do Cesau/CE, Goretti Araújo, deu boas-vindas aos novos membros do Colegiado e salientou a representatividade desse novo Pleno. “A eleição de todos os assentos é algo novo para o Conselho. Todo o processo se deu de forma tranquila e democrática. O que é importante destacar é poder trazer representantes das cinco Regiões de Saúde e assim, fortalecer o controle social em todo Estado, além oxigenar a participação social”, destaca a Secretária.

DEIXE UM COMENTÁRIO