Professores de Morada Nova conquistam pagamento dos dias em greve

Os professores de Morada Nova, que estão em greve há 57 dias, ganharam liminar no Tribunal de Justiça do Ceará que ordena o pagamento aos grevistas, no prazo de 48 horas, dos dias parados.


A ação foi ajuizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Morada Nova e pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal no Estado do Ceará (FETAMCE), dentro do próprio dissídio de ilegalidade de greve movido pelo município.


O entendimento do Tribunal foi tomado a partir da legalidade constitucional presumível de greve. Foi fixado prazo máximo de 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 1.000 (hum mil reais) a ser paga pelo Município, impedindo-se qualquer retenção posterior até nova deliberação.

Demandas dos professores

Os professores de Morada Nova reivindicam a valorização da carreira e qualificação do regime próprio de previdência social, assim como respeito à lei do piso do magistério, atendendo ao reajuste de 22% e destinação de 1/3 da jornada do magistério para atividades extra-classe.

Com informações de Valdecy Lopes

Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO