Jornalistas cearenses vão às ruas exigir avanço nas negociações salariais


Os jornalistas do Ceará vão às ruas de Fortaleza nesta quinta-feira (24) para protestar contra a intransigência dos donos de jornais do Estado. Segundo o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce), as empresas negaram todas as reivindicações da categoria e não apresentaram contraproposta de reajuste salarial. A entidade sindical afirma ainda que, há quase dois meses, os jornalistas com data-base em 1ª de setembro aguardam sem sucesso uma resposta dos donos do Aqui CE, Diário do Nordeste, O Estado e O Povo.



A manifestação #VemPraLutaJornalista está marcada para começar às 16 horas, em frente ao jornal O Povo. A empresa foi a única cujos diretores se recusaram a receber a pauta de reivindicações dos trabalhadores, que inclui a unificação dos pisos salariais em R$ 1.910,00, vale alimentação, adicional de insalubridade para repórteres-fotográficos, protocolo de segurança para coberturas de risco, entre outras demandas.


A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Ceará (Fetamce) apoia a luta dos jornalistas de todo o Estado pela equiparação do salário dos profissionais de impresso aos dos profissionais que atual nas redações de rádio e TVs.


Com informações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO