Greve geral dos servidores municipais de Iguatu completa oito dias


A greve geral dos servidores municipais de Iguatu completa hoje (18/6) sete dias. A paralização teve início após a gestão do município negar às várias categorias envolvidas reajuste salarial, correção do Plano de Cargos e Carreiras – contemplando a ascensão funcional e melhoria salarial -, e pagamento de insalubridade e periculosidade.


Segundo a presidente do Sindicato de Servidores Públicos Municipais de Iguatu, Fátima Siqueira, nos vários encontros com a prefeitura, foi negada a pauta de reivindicações da classe.


Ontem, em mais uma atividade do movimento, os trabalhadores realizaram panfletagem no Centro de Iguatu, que conferimos na imagem da matéria.


Hoje, os funcionários públicos realizam seminário, que debate o assédio moral nos locais de trabalho, uma das pautas de mobilização da greve.


Os servidores se propõem a permanecerem em greve até que haja por parte do prefeito, Aderilo Filho, uma atenção sobre a pauta reivindicada.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO