Em greve, Professores de Crateús queimam diplomas

Os professores municipais de Crateús, em greve desde o dia nove de abril, realizaram hoje (11/04) ato contra redução da diferença salarial estabelecida pelo Plano de Cargos Carreiras e Remuneração do Magistério, que prevê 25% de diferença entre os níveis de formação. Simbolicamente, diplomas foram queimados, em alusão à proposta da prefeitura de reajuste de 9% aos professores graduados e 10% aos professores pós-graduados, reduzindo a diferença salarial entre o professor com nível médio e o professor graduado de 16% para 9%. “Além de não oferecer o Piso do Magistério conforme a Lei, Crateús está desrespeitando a legislação municipal e desvalorizando a formação dos trabalhadores”, afirma a sindicalista Socorro Alves Pires.


Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO