Coreaú – Aprovado projeto de lei que repõe salário-base de professores em 8,32%


Neste sábado (12), os vereadores de Coreaú, Regional Sobral, aprovaram o projeto de lei que repõe o salário-base do Magistério em 8,32%. A proposta da Prefeitura foi na assembleia de sábado, contudo, os trabalhadores fizeram a ressalva de que não concordavam com o valor e de que lutariam por um reajuste maior. Em seguida, o projeto foi levado para votação na Câmara Municipal, onde também foi aprovado. A reposição salarial é retroativa a janeiro deste ano. A assembleia dos professores elegeu, ainda, os delegados para o VIII Congresso da Fetamce e para a 12 Plenária da CUT Ceará.


Segundo José Maria Gomes de Lima, presidente do Sindicato dos Professores de Coreaú – Ceará (Sindproc), as negociações no Município estão em um momento difícil, pois desde setembro do ano passado, a Prefeitura de Coreaú vem pagando aos servidores municipais os meses de novembro, dezembro e o 13 salário de 2012. Além disso, ele completou, o poder público alega estar no limite prudencial de gastos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e de ter gastado mais de 60% a folha de pagamento do Fundeb.


“Após vários meses de negociação, a categoria achou por bem votar pela aprovação da proposta agora. No entanto, ficou decidido que permaneceremos mobilizados para corrigir a tabela vencimental do Plano de Carreiras do Magistério”, ressaltou José Maria. O Plano de Carreiras está desatualizado e a tabela de vencimentos entre os níveis precisa ser corrigida.


Outra reivindicação dos professores é a gratificação de deslocamento. A Prefeitura informou que está realizando o impacto financeiro dessa gratificação. “Estamos confiantes que isso será conquistado”, afirmou o presidente.



Agilidade


O Sindicato cobra mais agilidade do poder público para pedidos de redução de carga horária e readaptação de função. “Esses procedimentos demoram vários meses para serem concluídos”, reclama José Maria. “Eles alegam dificuldades para comprovar, junto ao Departamento Pessoal, o tempo trabalhado pelo professor. Os documentos dos anos 1990 não foram digitalizados e a procura, então, é manual, o que aumenta a demora”, disse.


Está agendada uma assembleia no dia 2 de maio, na qual a categoria vai discutir sobre uma nova resposição salarial.

Delegados

A categoria elegeu José Maria Gomes de Lima como delegado para o VIII Congresso da Fetamce, e Manoel Brito de Souza, como delgado para a 12 Plenária da CUT Ceará.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO