Contra PLC 131, movimentos criam frente de defesa de recursos do pré-sal para educação


Demanda aprovada no 13º Congresso da Central Única dos Trabalhadores (CUT) Ceará, a Frente Cearense Ampla em Defesa do Pré-Sal – pelo Brasil, pela Educação e pela Petrobrás foi criada na tarde de ontem (22/7). A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) integra o grupo, que conta com a participação também da União Nacional dos Estudantes (UNE), do Levante Popular da Juventude e da União da Juventude Socialista.


O objetivo da Frente é lutar contra o contingenciado do Fundo Social do Pré-Sal, que, através dos royalties, reforça o financiamento da Educação Pública. O PLS 131/2015, de autoria do Senador José Serra (PSDB-SP), propõe a alteração do Regime de Partilha e exploração do Pré-Sal e coloca em risco o avanço do investimento para esta área.


Segundo os movimentos integrantes da iniciativa, outro risco do projeto de Serra é desestabilização de uma das maiores empresas estatais do mundo, a Petrobras, tirando dela a gestão do investimento, da exploração e da distribuição dos poços de petróleo em águas brasileiras.


“Após a criação, o movimento irá agora planejar as primeiras atividades de esclarecimento da sociedade e pressão política sobre o tema. Esta é a primeira Frente criada no país”, explica Nadja Carneiro, secretária de juventude da Fetamce.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO