Contra a vontade da prefeitura, professores de Mucambo aprovam na Câmara reajuste de 13,01%


A revelia da vontade da Prefeitura de Mucambo, os professores da cidade, por meio de negociação realizada pelo Sindicato de Servidores Públicos Municipais, conquistaram a aprovação na Câmara Municipal da cidade do projeto de Lei de reajuste dos educadores em 13,01%.


O PL foi aprovado pelos cinco vereadores da Casa, que hoje se encontram na oposição à gestão local. Segundo Édila Vasconcelos, secretária de comunicação da Fetamce, que acompanhou a atividade, resta esperar a ação do prefeito, se veta ou sanciona o crescimento salarial, conforme o texto aprovado, que estabelece o crescimento para todos os níveis do magistério público.


Em março, a Prefeitura já havia desrespeitado os professores, ao oferecer o reajuste de 13,01% apenas para os educares com nível médio de formação, deixando a expressa maioria dos trabalhadores, entre eles graduados, especialistas, mestres e doutores, sem aumento.


Édila explica ainda que se o executivo municipal de fato vetar, os vereadores ainda podem derrubar a suspensão.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO