Chega ao fim a greve dos professores de Canindé



Os professores da rede pública municipal em Canindé decidiram por ampla maioria, na manhã de sábado, 2 de Agosto, aceitar a proposta do governo municipal e por fim a greve que já durava 14 dias no município.


De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé SINDSEC, Aurenice Santiago, a proposta enviada pelo prefeito ainda está longe de atender as expectativas dos trabalhadores da educação, mais no intuito de amenizar a angustia dos alunos e dos pais, os educadores decidiram retornar às atividades na próxima segunda-feira (4), em todos os colégios onde houve paralisação sede e zona rural.


A presidente reafirmou compromisso garantindo que todos os professores que estavam na greve irão repor os dias que não tiveram aula.


A nova proposta do governo municipal ficou da seguinte forma: Reajuste de 2%, com vigor a partir de Julho, sendo que a folha de pagamento dos meses de Agosto e Setembro terão reajuste de 3% referente ao mês de julho e os demais meses, Outubro, Novembro e Dezembro de 2014 terão 2% de reajuste conforme proposta apresentada pelo gestor municipal.


Aurenice Santiago informou ainda que os demais itens da pauta de reivindicações serão tema de conversação em reunião que será agendada com o secretário de educação nos próximos dias.


A presidente agradeceu e parabenizou a todos os trabalhadores e trabalhadoras que tiveram a coragem de ir às ruas em busca de seus direitos, como também agradeceu a FETAMCE e a CUT, pelo apoio no movimento de greve dos professores em Canindé. 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO