Assembleia do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaguaribara.

Foi pauta da Assembleia a Reforma do Estatuto do Sindicado, com sugestão da Diretoria de aumento do percentual de contribuição de sócios e sócias de 1% para 1,5%, tendo em vista que as despesas do SINSEMJ estão superando as receitas, e após o Prefeito cumprir a Lei que foi aprovada na Câmara de Vereadores de Doação do Terreno ao Sindicato, os servidores querem ter seu próprio espaço, como a construção a Sede do Sindicato.


Outro tema discutido foi a elaboração do PCCR da Saúde:  Foi encaminhado que logo após a composição do novo Conselho Municipal de Saúde, os profissionais de Saúde se organizarão no sentido de pressionar a gestão municipal, em formar a comissão de elaboração do referido plano, para que as negociações possam avançar.


Por último foi discutido o assunto mais polêmico, ATRASO DE 60 DIAS NO PAGAMENTO DA ALGUNS SERVIDORES (Técnicos de Enfermagem, Vigilantes, Auxiliares Administrativos e de Serviços):


Os trabalhadores iniciaram a discussão sobre o atraso no pagamento, perguntando a direção doSINSEMJ sobre o acordo na procuradoria do trabalho de Limoeiro do Norte, o presidente João Paulo esclareceu que o acordo não tem poder de TAC, a procuradoria orientou o Sindicato apresentar projeto de Lei instituindo o dia do pagamento dos servidores do Município de Jaguaribara, tendo em vista o regime jurídico do município ser Estatutário e não celetista. O Servidor e também vereador Pedro Mauricio informou que o Setor Pessoal liberaria o pagamento a partir das 14h.


A assembleia decidiu todos os servidores presentes iriam para o banco no referido horário e caso o dinheiro não estivesse em conta realizaria uma nova assembleia na segunda (03/10) para discutir uma possível paralisação.
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO