42 municípios do Ceará já reajustaram salários dos professores em 11,36% ou mais


Depois de publicação no Diário do Nordeste, que já apontava 34 cidades, o número de localidades que deram aumento ao magistério voltou a crescer.


Levantamento realizado pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) junto aos sindicatos de servidores filiados constata que chegou a 42 o número de cidades no Ceará que já reajustaram o salário dos professores em pelo menos 11,3%, conforme a Lei Nacional do Piso do Magistério.


Em 40 dos 42 municípios que comunicaram o aumento salarial à Federação, o índice de reposição foi aplicado de forma linear, ou seja, contemplando igualmente educadores com ensino médio, graduação, especialização, mestrado e doutorado. Iracema e Mucambo foram as cidades que ofereceram o percentual somente para o nível médio, causando prejuízos às aos trabalhadores das demais referências.


Neste universo, destaque para Guaraciaba do Norte, onde os pós-graduados receberam 25% de reajuste; Guaramiranga, com 13,43%, Granja, cujo percentual concedido foi de 13,06%, e Itaitinga, onde todos os professores conquistaram 12%.


Greve


Mas há cidades em que as negociações chegaram a um nível crítico, como Caucaia, Fortaleza e Maracanaú. Nestas localidades, os educadores entraram em greve em busca dos 11,36%. Segundo Enedina Soares, presidente da Fetamce, o não cumprimento da Lei do Magistério nas três maiores cidades do Ceará, que têm fontes próprias de recursos e não sobrevivem unicamente das transferências do Governo Federal, chega a ser um absurdo.


“Todos estes dados provam que há condições dos prefeitos do Ceará cumprirem o direito dos professores municipais a reajuste conforme a Lei e com efeito na carreira. Os recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) continuam crescendo e nós não admitiremos discurso de crise onde ela não chegou”, enfatiza a presidente da Federação.


Pesquisa


A Fetamce realiza mensalmente o acompanhamento das negociações de novos direitos dos servidores que ocorrem nas cidades do Ceará. Anualmente, a Federação publica o relatório “Memórias das Lutas”, um anuário das conquistas dos servidores municipais sistematizadas a cada ano.


A entidade esclarece que tal pesquisa é feita com base nos dados enviados pelos sindicatos filiados e que representantes de localidades que não foram citadas podem enviar informações sobre reajuste salarial para o e-mail: comunicacao@fetamcetmp.org.br.


Cidades e o índice de reajuste conseguido:














































REAJUSTE PROFESSORES


CIDADE


ÍNDICE


NÍVEIS


COMPLENTO


  1. ACARAÚ


11,36% 


LINEAR


IMPLEMENTAÇÃO DE 1/3 DA CARGA HORÁRIA PARA ESTUDO


  1. ACARAPE


11,36%


LINEAR


 


  1. AMONTADA


11,36%


LINEAR


 


  1. ANTONINA DO NORTE


11,36% 


LINEAR


 


  1. APUIARÉS


11,36% 


LINEAR


 


  1. BANABUIÚ


11,36%


LINEAR


 


  1. BARREIRA


11,36%


LINEAR


MAS O REAJUSTE É SÓ A PARTIR DE MAIO, POIS METADE SERÁ INCORADO AO SALÁRIO EM ABRIL (5,68%) E OS OUTROS 50% (5,68%) EM MAIO. ALÉM DISSO, EM MARÇO PROGRESSÃO DE 2,5%


  1. BATURITÉ


11,36% 


LINEAR


 


  1. BELA CRUZ


11,36% 


LINEAR


 


  1. CHAVAL


11,36% 


LINEAR


 


  1. CHOROZINHO


11,36%


LINEAR


 


  1. CRUZ


11,36%


LINEAR


 


  1. EUSÉBIO


11,36% 


LINEAR


 


  1. GRANJA


13,06%


LINEAR


Aprovado na câmara


  1. GUAIUBA


11,36% 


LINEAR


 


  1. GUARACIABA DO NORTE


11,36% – MÉDIO E PEDAGÓGICO

15% – GRADUADO

26% – PÓS-GRADUAÇÃO (COMO ESPECIALIZAÇÃO E MESTRADO)



EM GREVE POR CONTA DA NÃO APLICAÇÃO DE DIREITOS, COMO PLANOS DE CARREIRAS


  1. GUARAMIRANGA


13,43%


LINEAR


 


  1. HIDROLÂNDIA


11,36%


LINEAR


 


  1. IBICUITINGA


11,36%


LINEAR


 


  1. ICAPUÍ


11,36% 


LINEAR


 


  1. INDEPENDÊNCIA


11,36%


LINEAR


 


  1. IRACEMA


11,36%


MÉDIO


DEMAIS NÍVEIS SEM REAJUSTE


  1. IRAUÇUBA


11,36%


LINEAR


 


  1. ITAITINGA


12%


LINEAR


 


  1. ITAPIPOCA


11,36%


LINEAR


 


  1. ITAREMA


11,36%


LINEAR


 


  1. JARDIM


11,36% 


LINEAR


 


  1. JIJOCA


11,36%


LINEAR


 


  1. JUCÁS


11,36%


LINEAR


 


  1. MERUOCA


11,36%


LINEAR


 


  1. MIRAÍMA


11,36% 


LINEAR


 


  1. Miraíma


11,36% 


LINEAR


 


  1. MUCAMBO


11,36% 


MÉDIO


 


  1. ORÓS


11,28%


LINEAR


 


  1. QUITERIANÓPOLIS


11,36% 


LINEAR


 


  1. RERIUTABA


12%


LINEAR


 


  1. SANTANA DO ACARAÚ


11,36%


LINEAR


 


  1. SENADOR POMPEU


11,36%


LINEAR


 


  1. TABULEIRO DO NORTE


11,36% 


LINEAR


 


  1. TAMBORIL


11,36% 


LINEAR


 


  1. VARJOTA


11,36% 


LINEAR


 


  1. VÁRZEA ALEGRE


11,36% 


LINEAR


 


Em negociação


Em outras cidades, as negociações continuam. É o caso de Aratuba, Ocara, Campos Sales e Canindé. Neste último, a oferta do município de 5,8%, mas os professores não aprovaram, pois também buscam 11,36%. Em Quixadá, no Sertão Central, as discussões continuam, na perspectiva de alcançar o patamar das demais cidades que já encerram as discussões sobre a remuneração dos educadores.


Saiba mais


A Fetamce é uma instituição estadual, formada a partir da união de sindicatos de servidores municipais e de professores. Hoje, a entidade conta com 146 organizações sindicais filiadas e está presente em 156 municípios do Ceará. Acompanhe a Federação através do site: www.fetamce.org.br


 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO