Servidores da Educação de Caucaia iniciam greve no dia 23 de fevereiro


Mais de mil e duzentos servidores da Educação de Caucaia aprovaram em assembleia geral, realizada na manhã desta quarta-feira (17), a deflagração de greve na rede municipal.


Conforme o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caucaia (Sindsep), o que motivou a greve foi falta de respostas da prefeitura frente às demandas apresentadas pelos funcionários na pauta prioritária da campanha salarial:


– Reajuste de 11,36% para os profissionais do magistério;

– Data base para janeiro;

– Reajuste do auxilio refeição;

– Reajuste do auxilio transporte e ampliação para os demais servidores;

– Pagamento da licença prêmio convertida em pecúnia;

– Pagamento de abono de 2015;

– Não desconto do imposto sindical;

– Pagamento do 2º ciclo de progressões;

– Reajuste para os demais trabalhadores com reposição da inflação e ganho real nos salários.


A paralisação começa nesta terça-feira, 23 de fevereiro, atendendo assim o prazo legal de 72 horas estipulado por lei, a partir do anúncio da categoria e descontando, logicamente, o fim de semana.


A Prefeitura, conforme debatido na assembleia, está utilizando o discurso de crise, embora levantamento do sindicato aponte que as transferências federais para a educação só têm aumentado e a Prefeitura ainda deve aos professores abono salarial de 2015, tendo em vista que no ano passado a cidade gastou menos do que a lei determina na educação municipal.


Acompanhe o calendário da greve dos servidores da educação de Caucaia:


23/02 – Ato público na Praça do Espaço Cultural de Caucaia (Praça do Anfiteatro) – em frente a Fatene, às 8 horas;
24/02 – Ato no Gabinete do Prefeito, às 8 horas;
25/02 – Ato na Câmara Municipal, às 8 horas;
26/02 – Ato na Praça da Matriz, às 8 horas.


Redes sociais


Personalize as suas redes sociais com a foto “tô de greve” e use a hashtag #GreveCaucaia.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO