Segundo dia da I Jornada do Trabalho Decente debateu Plano de Cargos e Carreiras

O segundo dia de atividades da I Jornada do Trabalho Decente contou com a presença da representante da Inape Consultoria, Haline Cordeiro, e do assessor jurídico da Central Única dos Trabalhadores do Ceará (CUT-CE), Dr. Pedro Cavalcante, que conduziram as discussões de Plano de Cargos e Carreiras para servidores da saúde e servidores administrativos, respectivamente. À noite, foram exibidos os documentários “1º Conclat/1981” e “Lula, 30 anos depois, comenta o 1º Conclat”.


O primeiro Seminário Formativo da Jornada, com o título “A saúde que queremos: Plano de Cargos e Carreiras e Qualidade dos Serviços”, tomou toda a manhã do segundo dia de atividades do evento. Haline Cordeiro trouxe a reflexão das diretrizes de carreiras que estão colocadas no Sistema Único de Saúde (SUS). A discussão promoveu a capacitação dos servidores municipais, sindicatos e regionais presentes para a proposição de Planos de Cargos e Carreiras e Remuneração (PCCR) nos municípios, com estratégias de consolidar essas demandas. “Os trabalhadores precisam estar preparados para implementar políticas e efetivar direitos”, completa Haline.


No segundo seminário formativo, com o título “Gestão pública de qualidade: plano de cargos e carreiras dos servidores administrativos e qualidade de vida no trabalho”, Dr. Pedro Cavalcate explicou que a introdução de Planos de Cargos e Carreiras para servidores administrativos é um antecedente para a consolidação do trabalho decente. Fundamentalmente, explica o assessor jurídico da CUT-CE, para o município ter condições de prestar um bom serviço é necessário dar condições de trabalho adequado aos servidores de cada instituição. Os servidores administrativos são alguns dos mais afetadas pelas dificuldade de garantia de direitos. “Esses funcionários são essenciais para o funcionamento dos serviços públicos, portanto, é preciso garantir a aplicação de garantias de trabalho para esses trabalhadores”, afirmou.


As atividades do dia foram encerradas com a exibição do documentário “30 anos depois, Lula relembra a 1ª CONCLAT”, uma produção da CUT Nacional e da Tatu Filmes, com participação da ViaTV. A obra, lançada durante a 13ª Plenária Nacional da CUT, registra a emoção do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao assistir, pela primeira vez, o filme “1ª CONCLAT – Conferência Nacional da Classe Trabalhadora”, que elegeu, há 30 anos, os 56 membros da Comissão Nacional Pró-CUT, na Praia Grande (SP).

Assessoria de Comunicação – FETAMCE

Siga-nos no Twitter > @FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO