Professores do Município de Fortaleza reafirmam continuidade da Greve

Na manhã desta segunda-feira, dia 02 de maio de 2011, OS SERVIDORES DE FORTALEZA, EM ASSEMBLÉIA, convocada pelo sindicato da categoria SINDIUTE/UTE, reafirmaram a continuidade radical da greve, por tempo indeterminado. Pendências urgentes que justificam a manutenção da greve:


– O pagamento de R$ 1.597,00 para nível médio, jornada de 40 horas;

-1/3 da jornada para atividade extraclasse;

– Manutenção da carreira com os devidos reflexos em todos os níveis;

– Imediata concessão de licença prêmio (QUE PODE SER PAGA EM DINHEIRO); 

– Déficit do Instituto de Previdência Municipal;

– Eleição Direta para Diretores.


Sobra dinheiro, falta vontade de realmente resolver o conflito trabalhista. Para se ter uma idéia, no primeiro trimestre de 2011 os repasses do FUNDEB JÁ TOTALIZAM R$ 113.772.000,00, ENQUANTO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2010 O TOTAL DOS REPASSES ERAM DE R$ 78.037.000,00. Comparando os dois trimestres, tem-se que o repasse em 2011 teve um aumento de cerca de 45%.

O Município de Fortaleza já cedeu em alguns pontos, mas está longe do reivindicado, a saber:


– Alterará o Estatuto do Magistério adequando à Lei do Piso, reduzindo a jornada de 48 horas para 40 horas;

– Publicação da nomeação de inúmeros professores recém-empossados;

– Convocação de mais 648 professores convocados;

– Data base da categoria dos professores para o mês de janeiro em lei municipal;

O estranho é que aquilo que o Município de Fortaleza concede não passa de direitos que jamais poderiam estar sendo violados. OU SEJA: DAR AQUILO QUE JÁ É DO SERVIDOR! Tal situação bem demonstra o retrocesso social em que vivem os professores de Fortaleza. Assim, prefeita, sua popularidade só tende a piorar. SEM DÚVIDA QUE FORTALEZA É O MUNICÍPIO QUE MAIS VIOLA HOJE NO CEARÁ, talvez no Brasil, a Lei do Piso e os direitos básicos dos educadores.


A educação de qualidade em Fortaleza, cada vez mais próxima de não passar de um sonho! Pois resta sucateada pela desvalorização brutal dos profissionais da educação e pela vergonhosa violação à Lei do Piso, que está sendo T R U C I D A D A!


Ocorrerá reunião do Comando da Greve, no dia 02/05/2011 e haverá nova negociação com o Município de Fortaleza em 03/05/2011, terça-feira. A greve se encontra no primeiro estágio, negociação administrativa, não houve ainda provocação do Ministério público ou judicialização do conflito.


FORÇA! CONSCIÊNCIA! PARTICIPAÇÃO, FIRMEZA E UNIDADE, PROFESSORES DE FORTALEZA! ENTÃO A VITÓRIA SERÁ UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA E UMA CERTEZA!


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO