Professores de Itapajé estão em estado de greve e definem paralisação em assembléia dia 5/6

Os professores do município de Itapajé decretaram estado de Greve parando meio expediente até sexta-feira, dia 4/6. No sábado 5/6, haverá assembléia que decidirá pela greve geral e por tempo indeterminado. A exemplo dos demais professores, o servidor de Itapajé, em assembléia no último dia 29/5 concluiu que a melhor ferramenta para implementação do piso como manda a lei é sua própria luta. Quando acredita em terceiros e se acomoda, só tem a perder. Concluiu que ninguém pode fazer mais pela categoria que a própria categoria.

A pauta enviada ao Poder Executivo é bem simples:


I- Piso de R$ 656,00 para os professores com nível médio, para jornada de 20 horas e de R$ 1.312,00, para nível médio, para jornada de 40 horas, retroativo a janeiro de 2010; II- Fim do sábado no calendário letivo; III- Prestação de contas aplicação das verbas do FUNDEB; IV- Incorporar a ampliação de 100horas, para os concursados; V- Diferença entre nível médio e superior de 20%; VI- Diferença entre nível superior e especialista em 15%; VII- 20% para Mestre; VIII- 40% para Doutor; IX- Respeito à Liberdade Sindical; X- Manter negociação permanente quanto às demais pendências do PCR.


A exemplo dos demais professores, o servidor de Itapajé, em assembléia no último dia 29/05 concluiu que a melhor ferramenta para implementação do piso como manda a lei é sua própria luta. Quando acredita em terceiros e se acomoda, só tem a perder. Concluiu que ninguém pode fazer mais pela categoria que a própria categoria. Concluiu que a prestação de contas é fundamental, mas uma prestação de contas com o nome de todos que recebem dos 60% do FUNDEB, remuneração de cada um, lotação, se é contratado ou efetivo. Até porque o contrato abusivo é uma das grandes causas de desvio de verbas do FUNDEB e de politicagem com tais recursos. Então as palavras de ordem são: MOBILIZAÇÃO, CONSCIÊNCIA, FIRMEZA, UNIDADE, VITÓRIA! O que vale para todo Brasil.


Em Itapajé, a exemplo de outros municípios cearenses, a realidade é a mesma. Chama a atenção o fato do mesmo abuso e o desrespeito aos direitos de professores serem cometidos por prefeitos de todos os partidos, diferentes na ideologia igual no agir abusivo e violador. Em Itapajé o que chama atenção é que o prefeito é um padre. EDUCAÇÃO É INIMIGA DE TODOS OS MAUS POLÍTICOS! Claro que há exceções. Pouquíssimas. Mas há!


Quanto a dinheiro, não podem alegar que não tem. Veja o quanto tem aumentado as verbas do FUNDEB para Itapajé: Em 2008 entrou do FUNDEB em Itapajé R$ 12.426.682,88; Em 2009 entrou do FUNDEB em Itapajé R$ 14.067.989,83Primeira CONCLUSÃO: No ano de 2009 entrou R$ 1.641.306,95 a mais que em 2008, o que corresponde a 13,2%; Até maio de 2009 entrou do FUNDEB no Município de Itapajé R$ 5.560.455,87; Até maio de 2010 entrou do FUNDEB no Município de Itapajé R$ 6.820.490,92; Segunda CONCLUSÃO: Nos 5 primeiros meses de 2010 entrou a mais que nos 05 primeiros meses de 2009 R$ 1.260.035,05, que corresponde a 22,6% a mais. Logo dinheiro é o que não falta. MAS O AUMENTO DETECTADO NO TOTAL DOS RECURSOS NÃO CHEGA AO PISO, NEM A REMUNERAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DE ITAPAJÉ. Nem o prefeito presta contas!


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO