Sindicato entra com liminar solicitando bloqueio das contas da Prefeitura do Crato


O presidente Junior Matos e a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais do Crato autorizaram a assessoria jurídica do sindicato a ingressar com o pedido de liminar de bloqueio das contas da Prefeitura Municipal do Crato, referente aos recursos do ICMS e FPM, exclusivamente para pagamento dos salários dos profissionais da saúde, que ainda não receberam os benefícios de novembro.


Os dirigentes afirmam que o Sindicato buscou o diálogo com a gestão, para evitar o atraso dos salários, mas não teve retorno. Segundo a entidade, houve, na verdade, retaliação ao movimento de greve dos trabalhadores das pastas da Saúde e da Ação Social, além de servidores agentes de saúde e de combate às endemias e do Programa de Saúde da Família (PSF), que ocupam o Paço Municipal. A Prefeitura tentou retirar os funcionários acampados no prédio por meio de força policial. A assessoria jurídica do Sindicato informa que tomará medidas contra o ato considerado abusivo.


Bloqueio das Contas


Conforme Júnior Matos, o bloqueio das contas se impõe pela necessidade de garantir a dignidade humana dos servidores e para evitar o agravamento da situação vexatória que estes vivenciam com a privação de recursos necessários ao sustento.


“É sabido de todos nós que o município recebe regulamente as cotas relativas ao FPM e ICMS, e entre outras receitas, evidenciando que o atraso na entrega dos salários decorre, simplesmente, da vontade do gestor público”, diz nota emitida pela organização sindical.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO