Servidores municipais lançam Campanha Salarial 2016 exigindo mais direitos e justiça fiscal


Em um cenário no qual prefeitos/as usam o discurso da crise para negar direitos trabalhistas, os/as servidores/as municipais saíram às ruas nesta quinta (11) apresentando alternativas de financiamento. Com o tema “Vire o Jogo! É hora de justiça fiscal, desenvolvimento e investimento público”, a Campanha Salarial Unificada 2016 foi lançada em Fortaleza (CE). A atividade aconteceu em conjunto com a VI Marcha dos Servidores Municipais, contando com a participação de cerca de 4 mil pessoas.


Representantes das 17 federações filiadas à Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) vieram à capital cearense para reforçar a apresentação da Campanha. Para Vilani Oliveira, presidenta da entidade, a mobilização conjunta com a Marcha foi importante para mostrar a força da categoria.


“A Campanha deste ano traz um tema que fala aos gestores e à sociedade como um todo. Debater justiça fiscal também é falar de equilíbrio na cobrança dos impostos, de investimento no serviço público e de valorização do servidor municipal. Por isso viemos para a rua, queremos todo/as juntos/as mostrando que é hora de virar o jogo e exigir novas prioridades aos prefeitos e às prefeitas”, destaca.


Como primeira ação propositiva da Campanha Salarial 2016, a Confetam/CUT participou de uma reunião com o Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Na ocasião, os servidores expuseram o tema e falaram das sugestões da categoria para a cidade. O gestor elogiou a iniciativa e se comprometeu a marcar uma reunião na próxima semana para debater o reajuste salarial dos professores e as propostas entregues na carta.


Campanha Unificada

A ação realizada em Fortaleza será repercutida em todo o país. A pauta da Campanha aborda dez itens dispostos em uma plataforma a ser trabalhada pelos 842 sindicatos de base da Confetam/CUT, tanto junto aos prefeitos quanto à sociedade:


– Piso salarial e planos de carreira

– Reforma política e tributária

– Regulamentação da Convenção 151 da OIT

– Combate à corrupção

– Democratização dos meios de comunicação

– Fim do fator previdenciário

– Ganho real de salários

– Igualdade de oprtunidades

– Transparência e acesso à informação

– Mais concursos e fim da terceirização


Confira aqui o material de divulgação da Campanha Salarial Nacional Unificada 2016 dos Servidores Municipais.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO