Servidores de seis municípios entram em estado de greve

Servidores públicos municipais de Trairi, Tabuleiro do Norte, Caucaia, Aquiraz, Jaguaretama e Jaguaribe, filiados a Federação dos Trabalhadores (as) no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará – FETAMCE, estão em estado de greve, diante das dificuldades encontradas para fechar a campanha salarial 2012.


Em Trairi, a categoria em greve é a dos profissionais da educação, iniciada no dia 16 de março. O impasse se instalou quando o município propôs reajuste de 22,22% para os professores de nível médio e só 5% para os graduados, violando de a Lei do Piso Nacional do Magistério.


A situação é mais grave em Tabuleiro do Norte, pois, sem discutir com os trabalhadores, o prefeito enviou para a Câmara Municipal um projeto de lei que, se aprovado, reduzirá os direitos contemplados no Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS do Magistério, segundo os sindicalistas. Desde o dia 19, servidores do magistério, da saúde e demais categorias de nível médio paralisaram parte das atividades.


Em Caucaia e Aquiraz as negociações chegaram a serem iniciadas com as respectivas Prefeituras, entretanto, as administrações se negam a atender o cumprimento da Lei do Piso, a recepção ou criação de Planos de Careira para os Servidores e reajuste das demais categorias. Servidores de Aquiraz vem realizando paralisações desde o início do mês e em Caucaia a situação se agravou nesta semana, com indicativo de greve a partir do dia 28 de março.

Outros dois municípios, Jaguaribe e Jaguaretama, terão suas atividades interrompidas a partir do dia 29 e 30 de março, respectivamente. Os servidores dessas localidades também não avançaram nas negociações de reajuste e benefícios em todos os grupos.

Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO