Sem respostas da prefeitura, servidores de Senador Pompeu prometem cruzar os braços

Os servidores públicos municipais de Senador Pompeu ameaçam parar as atividades caso a prefeitura municipal não cumpra com as reivindicações salariais e condições de trabalho da categoria. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade, desde 31 de Janeiro 2018 os trabalhadores buscam respostas da Prefeitura. Entre as reivindicações, os funcionários lutam para conseguir a correção salarial, muitos com defasagem com mais de 6 anos, além de condições de trabalho dignas para oferecer um serviço de qualidade à população.

As demais demandas são a garantia de itens obrigatórios nos ônibus escolares e ambulâncias, como por exemplo, ar-condicionado, além da regularização de documentação das ambulâncias. Já no caso dos agentes de combate às endemias é pedida a correção no índice de insalubridade. E os vigias solicitam adicional de periculosidade.

No último sábado (16/06), houve uma assembleia extraordinária na sede da AABB do município. No encontro, que contou com a participação de dezenas de servidores, foi ratificada a pauta da categoria. O prefeito da de Senador Pompeu, Maurício Pinheiro, era esperado na Assembleia, mas acabou justificou ausência através do gerente administrativo, Ivan Bezerra.

Durante o encontro com servidores municipais, foi apresentado o relatório da trajetória de negociação do sindicato com a gestão, desde quando foi protocolado no Executivo o ofício com as reivindicações e percentuais de aumento de salário demandados por função. Entre os grupos que reivindicam reposição salarial estão os profissionais de saúde e os da educação.

Segundo a presidente do Sindicato, Janea Souza, a pressão surtiu efeito e o gestor prometeu receber a representação laboral amanhã (19/06), às 17h, na Prefeitura. Mas, caso prossiga o impasse, os trabalhadores poderão decidir cruzar os braços em assembleia extraordinária, que acontecerá quarta-feira, dia 20 de Junho, na sede do Sindicato.

Com informações do Blog do Walter Lima

DEIXE UM COMENTÁRIO