Professores de Trairi e Independência entram em greve

Professores de Trairi e Independência, filiados a Federação dos Trabalhadores (as) no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará – FETAMCE, votaram, em assembléia realizada nos municípios, pela instalação de greve por tempo indeterminado a partir do dia 16 de março, acompanhando a agenda nacional de paralisação do magistério, organizada pelas entidades sindicais filiadas à Central Única dos Trabalhadores – CUT.


Em Trairi, o impasse está no fato de o município propor reajuste de 22,22% para os professores de nível médio e só 5% para os graduados, violando de a Lei do Piso Nacional do Magistério.


Já em Independência, os problemas são ainda mais graves, tendo em vista que as negociações não avançaram. Os profissionais também reivindicam o atendimento da Lei do Piso pela Prefeitura.


Uma nova assembléia está prevista para o dia 21 de março, em Trairi. Em Independência, não há agenda de uma nova assembléia, sendo mantida a greve por tempo indeterminado.

FETAMCE terá programação em todo o estado

Os demais municípios, que integram a rede de 141 cidades fiadas à Fetamce, realizarão grande paralisação no dia 16 de março pelo atendimento do piso nacional dos professores. Professores de mais municípios poderão entrar em greve, caso as negociações não avancem até a próxima semana, em cada uma das localidades.


No dia 16, a programação estadual começa às 9 horas da manhã, em Fortaleza, com debate sobre tema no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, localizado na Av. Treze de Maio, 2081, no Bairro Benfica. À tarde, será realizada caminhada nas ruas do centro da cidade, com concentração na Praça da Bandeira, a partir das 15 horas e passeata até a Praça do Ferreira.

 
Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO