Plenária Nacional da CUT começa nesta segunda (28) com presença do ex-presidente Lula


A partir da noite de hoje (28), a CUT inicia a sua 14ª Plenária Nacional com o tema “Organizar, Lutar e Avançar nas Conquistas”. Como na edição anterior, há três anos, o Centro Cultural Adamastor, em Guarulhos (SP), sediará o evento.


A abertura oficial ocorre na noite do primeiro dia com a presença do ex-presidente Lula. 


– Acesse aqui a programação


O secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre, destaca que a Plenária ocorrerá numa conjuntura de disputa eleitoral quando serão definidos os rumos do País para os próximos anos e que a maior e mais representativa central sindical do Brasil, com 30 anos de história, deve ser protagonista no enfrentamento dos grandes temas nacionais.


“Vivenciamos nos últimos 12 anos o melhor período para a classe trabalhadora, com crescimento do emprego, da participação popular, avanços sociais e isso veio da luta dos trabalhadores”, declarou o dirigente, reafirmando a importância do aprofundamento e da continuidade do projeto democrático-popular.


“Somente a continuidade do atual projeto com desenvolvimento sustentável, distribuição de renda e valorização do trabalho é que o País terá condições de pagar a dívida social com o povo brasileiro”, disse.


Atuação em diversas frentes – Além de deliberar sobre alterações estatutárias, estratégias de luta e ações para o próximo período, a Plenária também será um espaço de análise da conjuntura nacional e internacional, incluindo um ato na terça-feira (29) em solidariedade ao povo palestino.


Na tarde de quinta (31), a Central promoverá o lançamento da Plataforma CUT da Classe Trabalhadora.  No mesmo dia, pela manhã, haverá um ato com os movimentos sociais sobre o Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político e sobre a Campanha pela Mídia Democrática.


“É uma oportunidade para melhor articular nossos ramos e potencializar a nossa luta”, assinalou Nobre.”Para disputar os rumos do País temos que ter uma estrutura forte e um projeto sindical consistente e bem organizado”, completou o dirigente da CUT.


* De acordo com o Estatuto da CUT, a Plenária Nacional é uma instância de decisão da entidade que reúne delegados e delegadas das entidades sindicais CUTistas orgânicas e filiadas.


Um dos objetivos da Plenária é garantir a aplicação da linha política e do plano de lutas aprovado pelos congressos regional, estadual e nacional, respectivamente, bem como aprovar políticas específicas no período compreendido entre um congresso e outro.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO