Nota da Fetamce sobre a execução da vereadora Marielle Franco (Psol-RJ)

Não há dúvidas de que no Brasil se instalou um Estado de exceção.

A luta por direitos, por cidadania, por igualdade, por liberdade é duramente perseguida neste país.

O assassinato da vereadora Marielle Franco (PSol-RJ) e Anderson Pedro Gomes, seu motorista, talvez seja o mais extremo disso.

Marielle tinha muito a dizer e por isso foi calada.

Calaram uma vereadora. Calaram uma mulher. Calaram uma negra. Calaram uma ativista. Calaram um ser humano. Calaram Marielle e ela podia ser o que quisesse. Calaram Marielle e ela ainda tinha muito a dizer.

Sua morte foi visivelmente um doloroso choque para todos os lutadores e lutadores populares, pois anuncia que eles podem ser os próximos. Assim como nos últimos dias, semanas e meses ativistas são mortos nos rincões do Brasil.

Mas, neste momento, precisamos, mais do que nunca, resistir, reagir e vencer a desesperança para juntos e juntas levantarmos mais uma vez a voz e mostrarmos que temos coragem pra lutar.

Sendo assim, como diz a bela canção de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, não podemos calar sobre o seu corpo, pois quem cala sobre o corpo de Mariella consente na sua morte.

A violência contra professores e servidores de Icó (CE) e do município de São Paulo (SP) já era o anúncio do que estava por vir. São provas de toda a opressão que as elites, os donos do poder, os canalhas da pátria estão impondo ao povo. A classe trabalhadora e os segmentos mais vulneráveis desta são as grandes vítimas de um modelo de sociedade que empurra para as periferias a maioria de seus filhos e lá destrói os nossos corpos, a nossa alma e extermina  a nossa esperança.

A partir da dor eclodida diante da cruel execução de Marielle, precisamos mais uma vez converter o choro em luta.

Ela era tudo que este país rejeita: mulher, negra, favelada, que furou o cerco, que protagonizou a resistência. Em sua memória, em sua honra e em luta contra o que lhe vitimou, vamos reconstruir nossos passos. Vamos reconstruir o Brasil!

Marielle, presente!

Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Ceará (Fetamce)

DEIXE UM COMENTÁRIO