Marcha Estadual – Servidores exigem um basta à precarização do trabalho!


Na manhã da proxima sexta-feira (11), as ruas do Centro de Fortaleza se transformarão em corredores para a marcha de mais cinco mil servidores municipais de todo o Estado. Trata-se da IV Marcha Estadual do Trabalho Decente, realizada pela Federação dos Trabalhadores(as) no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), com apoio da Central Única dos Trabalhadores e de outros sindicatos. Nesta edição, o tema será “Basta de Precarização no Serviço Público Municipal”, uma referência aos riscos que a terceirização representa aos direitos trabalhistas e à sociedade.



Valendo-se do bom-humor e da seriedade, os milhares de participantes querem mostrar aos cearenses que as terceirizações precarizam o serviço público, trazendo prejuízos tanto aos funcionários quanto aos usuários, como ressalta a presidenta da Fetamce, Enedina Soares.


“A disseminação terceirizações impedem a realização de concursos públicos e aumentam os riscos à saúde do trabalhador ‘cumpridor de metas’. Um sistema assim não deve servir de modelo para um serviço público de qualidade para a sociedade”, alerta a sindicalista.


Estampado nas camisas dos participantes, o preto traz o protesto ao avanço indiscriminado das terceirizações, com a possível aprovação do PL 4330/04 no Congresso Nacional, e à facilitação que a terceirização promove para a exploração do trabalhador.


Temas-denúncia


O assunto será retratado em nove alas da marcha, cada qual com um tema-denúncia, que vão desde a farra dos cabides de emprego ao projeto de lei federal 4330/04, que permite a disseminação das terceirizações para quaisquer atividades da empresa (atualmente, somente atividades-meios, ou seja, que não fazem parte da linha principal da instituição, podem terceirizar funcionários. Limpeza e manutenção técnica são exemplos).


“Os servidores municipais de diversas regiões do Estado vêm à Fortaleza para mostrar sua preocupação e indignação caso o referido projeto, em curso no Congresso, seja aprovado. O povo precisa saber dos enormes riscos que isso pode trazer ao trabalhador”, ressalta Enedina.


A concentração está prevista para as 8h, na praça da Bandeira, com saída prevista para as 9h.


A marcha percorre as vias General Sampaio e Duque de Caxias, passa pela praça Coração de Jesus e termina na  praça José de Alencar.

 


:: Serviço:


IV Marcha Estadual do Trabalho Decente
Data: sexta-feira, 11 de outubro, a partir das 9h

Saída da praça da Bandeira, às 9h; e chegada na praça José de Alencar


 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO