Homofobia nunca mais: servidores municipais rumo à Parada LGBT 2012

Segundo pesquisa da Universidade Federal da Bahia, o Ceará é oitavo estado do país com o maior número de assassinatos de homossexuais em 2011. Foram registradas dez mortes, oito em Fortaleza e duas no interior. O estado é, ainda, o 6o em denúncias de violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LBGT), segundo o Disque Direitos Humanos, do Governo Federal, no ano de 2011. Entre janeiro e abril de 2012, os números cresceram especialmente em Fortaleza, conforme a Secretaria de Direitos Humanos da cidade, que registrou neste período 120 denúncias de violência contra homossexuais.


Diante do quadro desolador, o Movimento LGBT do Ceará pauta, este ano, na XIII Parada pela Diversidade do Ceará, que acontecerá no dia 24 de junho de 2012 (domingo), na avenida Beira Mar, em Fortaleza, a partir das 13h, o tema “Homofobia tem Cura: Educação e Criminalização”.


O objetivo do conteúdo temático é afirmar que o enfrentamento à violência ligada à sexualidade se dá pela formação da sociedade para uma convivência pautada pela diversidade sexual. As entidades de luta de direitos LGBT acreditam que a formação de professores/as e toda a comunidade educacional para uma Educação sem discriminações e a aprovação do Projeto de Lei no 122/06, que criminaliza a homofobia, são passos importantes para essa mudança de paradigma.

Na foto, reprodução do ‘Translendário’, calendário que traz transformistas em cenas clássicas, mas que foi visto de forma preconceituosa por religiosos e políticos conservadores cearenses, por reproduzir, entre as telas, imagens sacras.

Serviço:

XIII Parada pela Diversidade

Dia: 24/06/2012

Local: Av. Beira Mar (Fortaleza) Horário: 13h.

Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO