Ceará: 1º de Maio 2020 terá luta e live solidária

Pela primeira vez na história da CUT Ceará, Fetamce e outras entidades sindicais, o ato político e cultural em alusão ao 1º de Maio será em um formato totalmente diferente. Devido à pandemia do coronavírus, o evento será virtual, transmitido ao vivo da casa de dirigentes, convidados e artistas.

Sob o mote “Saúde, emprego, renda e democracia: um novo mundo é possível com solidariedade”, os trabalhadores cearenses vão poder celebrar o 1º de Maio Solidário 2020 em casa, em frente ao computador ou à tela do celular, em total segurança para evitar o risco de contágio pela Covid-19. Entre 8h e 12h desta sexta-feira (1/5), os trabalhadores e trabalhadoras poderão assistir à “live do trabalhador” pela página da Fetamce no Facebook.

“O mundo vive esse cenário atípico. Como todos, o movimento sindical vem se adaptando e pela primeira vez faremos a luta virtualmente. É uma programação especial com atrações culturais e debates sobre as pautas em evidência nessa pandemia. Os direitos da classe trabalhadora continuam ameaçados e somos nós na linha de frente do enfrentamento. A vida, a saúde e os direitos do trabalhador devem ser protegidos”, ressalta a presidenta da Fetamce, Enedina Soares.

O evento online é organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, CUT e entidades filiadas, entre elas a Fetamce, além da CTB e Intersindical .

 

Atrações culturais

Assim como nas edições anteriores, músicos de diferentes estilos, atores e humoristas se apresentarão durante a live dos trabalhadores, segundo Ticiana Studart, representante da Frente Brasil Popular Ceará. Gustavo Portela, Jessica Cisne, Nayra Costa, Juruviara, Parahyba e Cia Bate Palmas, Bicha Poética, Lorena Lyse, Os Renegados, Assun, Léo Suricate e Plinio Câmara, Juruviara, Fran DDK, Luiza Nobel, Fabíola Liper, Alfredo Pessoa, Caiô, Pantico Rocha e Vitoriano, são algumas das atrações já confirmadas. “Estamos fechando os últimos detalhes para a apresentação de todas e todos os artistas. A grade completa será divulgada até a próxima quinta-feira”, informou Ticiana Studart.

Campanha de solidariedade

A defesa da democracia, do Sistema Único de Saúde (SUS), da taxação das grandes fortunas, do direito à segurança, à vida e condições dignas de trabalho e o ‘Fora, Bolsonaro’ também estarão na programação do 1º Maio 2020. Além dessas pautas, a atividade também será solidária. As centrais sindicais e as frentes populares estão arrecadando alimentos não perecíveis, cestas básicas, equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de higiene para serem doados para famílias de baixa renda, trabalhadores informais e desempregados em Fortaleza e no interior do Estado.

Debate

A programação será encerrada com um debate sobre conjuntura política e econômica que contará com a participação do líder da minoria na Câmara dos Deputados, deputado federal José Guimarães (PT), da deputada federal Luizianne Lins (PT), de Graça Costa, secretária de organização e política sindical da CUT Brasil e de Wil Pereira, presidente da CUT-CE, que fará a mediação.

*Com informações CUT Ceará

DEIXE UM COMENTÁRIO