Campanha salarial avança em Quixadá, Banabuiú, Choró, Ibaretama e Ibicuitinga

Normal
0


21


false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE













MicrosoftInternetExplorer4















/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-style-parent:””;
line-height:115%;
font-size:11.0pt;”Calibri”,”sans-serif”;
mso-fareast-“Times New Roman”;}

A Campanha Salarial coordenada pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Quixadá, Banabuiú, Choró, Ibaretama e Ibicuitinga (Sindsep) caminha para a conclusão e aponta importantes conquistas, como a implantação dos disositivos assegurados pela Lei do Piso do Magistério.

 

Entretanto, permanece o discurso das Prefeituras sobre a falta de recursos para atender a as demandas dos servidores, ainda que a relação entre movimento sindical e executivo municipal tenha ganhado um novo contorno, com a recomendação solicitada pela FETAMCE à APRECE que foi enviada à todas as Prefeituras. O documento orienta gestores a cumprirem da Lei do Piso do Magistério.

 

Segundo a diretoria do SINDSEP, o que pode se avaliar é que “o processo de negociação com as Prefeituras tem avanços, mas ainda tem uma presença forte de contratos temporário, o que impacta o valor total da folha inibindo uma negociação que atinja a todos/as os/as servidores/as”.

 

Outra demanda que está sendo contemplada é reformulação e implantação de Planos de Carreira, porém, encontra-se dificuldades na efetivação dos direitos. “Precisamos nos manter mobilizados/as mesmo com as iminentes limitações do período eleitoral”, frisa a diretora Luciene de Oliveira Alves, também secretária de finanças da Federação, que vem acompanhando a luta dos/as Municipais no Ceará. Já para Graça Costa, “a Lei do Piso não deve se limitar apenas ao reajsute, mas, a valorização do Magistério através da implantação da Carreira e da Carga Horária de 1/3 fora da sala de aula”, pontua a Presidenta da CONFETAM.

Acompanhe abaixo como vem se desenvolvendo a campanha 2012 nos municípios que compõem a base sindical do SINDSEP Quixadá e região:

 

CHORÓ

O que conquistamos:

ATUALIZAÇÃO do Salário Mínimo para R$ 622,00

REAJUSTE das Demais Categorias que percebem acima do Salário Mínimo

REAJUSTE DO Piso do Magistério em 20,92%

Valor: Nível Médio R$ 1.451,00

Nível Superior R$ 1.741,20

MUDANÇA de Referência no Plano da Educação

INCORPORAÇÃO definitiva da Carga Horária para Professores/as

REVISÃO do pagamento da Especialização em 30% para alguns professores/as que já

tinham adquirido direito no plano anterior

Em Discussão:

CONSTRUÇÃO dos PCCS da Saúde e da Administração

 

IBICUITINGA

O que conquistamos:

ATUALIZAÇÃO do Salário Mínimo para R$ 622,00

Em discussão:

REAJUSTE das Demais Categorias que percebem acima do Salário Mínimo

RATEIO para Professores/as de forma linear no valor de R$ 1.500,00 (8h) e de R$

750,00 (4h) em duas parcelas

REFORMULAÇÃO do PCR da Educação

REAJUSTE do Piso do Magistério em 22,22%

PAGAMENTO de Insalubridade da Saúde e Adicional Noturno

CONSTRUÇÃO e implantação dos PCCS da Saúde e Administração

IMPLEMENTAÇÃO da Tabela do PCR do Magistério com Enquadramento e Mudança de Referência a ser efetivada no mês de abril de 2012.

BANABUIU

O que conquistamos

ATUALIZAÇÃO do Salário Mínimo para R$ 622,00

APROVAÇÃO dos PCCS da Saúde e da Administração e

reformulação do PCR da Educação

RATEIO para os/as Professores/as no valor de R$ 550.000,00

REAJUSTE do Piso do Magistério em 22,14%

Valor: Nível Médio 1.451,00

Nível Superior 1.886,36

Em discussão

Reajuste das demais categorias que recebem acima do salário mínimo; e efetivação dos planos de carreira.

 

IBARETAMA

O que conquistamos:

ATUALIZAÇÃO do Salário Mínimo para R$ 622,00

REAJUSTE das Demais Categorias que percebem acima do Salário Mínimo

REAJUSTE do Piso do Magistério em 24%

IMPLANTAÇÃO do PCR da Educação

RETORNO de Carga Horária de servidores/as da Saúde

RATEIO para os/as Professores/as de 1 Folha e 70%

Em Discussão:

CONSTRUÇÃO e Implantação dos PCCS da Saúde e Administração

 

QUIXADÁ

O que conquistamos

ATUALIZAÇÃO do Salário Mínimo para R$ 622,00

RATEIO de R$ 1.550.000, em janeiro de 2012, para os/as Professores/as

REAJUSTE do Piso do Magistério em 22.13% linear na tabela salarial do PCR

PAGAMENTO de 15% das Especializações de Professores/as que tiveram incorporação definitiva da carga horária como também das Diferenças de 2011

PAGAMENTO de Gratificação Salarial a servidores/as dos 40% da Educação no valor de R$

221.238,92

MUDANÇA de Referências no PCR do Magistério

INSALUBRIDADE para Profissionais de Nível Superior da Saúde

INCORPORAÇÃO Definitiva da Carga Horária para Professores/as com a devida individualização das matrículas

REGULAMENTAÇÃO da Carga Horária dos Vigias e pagamento de horas extras

PAGAMENTO de R$ 338.000 em FGTS beneficiando 1.235 servidores/as (período: 1967 a 1988)

Em discussão

REAJUSTE das Demais Categorias que percebem acima do Salário Mínimo

CONSTRUÇÃO dos PCCS da Saúde e da Administração

PAGAMENTO das horas extras dos Vigias (2009 a fevereiro de 2012)

PAGAMENTO das Diferenças da Especialização de 2009 e 2010.

Com informações do SINDSEP

Assessoria de Comunicação – FETAMCE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO