Audiencia Pública denuncia os abusos da ditadura e abre a programação do Dia do Trabalhador


A presidenta da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), Enedina Soares, participou de audiência pública realizada nesta segunda-feira (28/04), que uniu Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) e Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE), na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT-CE), para debater o tema: “Fortalecendo a democracia para manter direitos e avançar nas conquistas”. O encontro marcou o início das comemorações do Dia do Trabalhador – 1º e Maio.


Este ano, a programação alusiva ao Dia do Trabalhador tem o objetivo de relembrar os impactos à sociedade, à classe trabalhadora e à democracia nos anos de Ditadura Militar, 50 anos depois do golpe.


“É nosso papel enquanto grupo, enquanto classe, destacar e relembrar os males causados pela Ditadura, sobretudo, para que não se repita. Nós, que desfrutamos hoje da democracia, temos que trabalhar todo dia para aprofundá-la, para que cada trabalhador brasileiro, seja ele servidor, operário ou uma dona de casa tenho o direito de gozar de plena cidadania”, destaca Enedina Soares.


Já a presidenta da CUT-CE, Joana Almeida, ressaltou que o Dia do Trabalhador é o momento para resgatar as conquistas e fazer um balanço do que foi vivenciado desde que a CUT foi fundada há 30 anos. “A CUT é protagonista na construção da democracia. Neste ano, são relembrados os cinqüenta anos do golpe militar e por isso precisamos discutir e defender a democracia. E para o maior fortalecimento desse processo democrático é fundamental a participação efetiva, direta e qualificada dos trabalhadores”, explica.


A deputada Rachel Marques (PT/CE), uma das requerentes, ressaltou que o momento é para homenagear a classe trabalhadora, reconhecer avanços, como a implantação da política de valorização do salário mínimo, mas também é uma oportunidade de refletir e apoiar a pauta de reivindicações. “É preciso reduzir a carga horária sem perdas salariais, implementar o conceito de trabalho decente em todos os ambientes de trabalho e combater a terceirização”, defendeu.


Pauta dos Trabalhadores


Entre os principais itens da pauta de reivindicações da classe trabalhadora este ano estão: Fim do fator previdenciário, Redução da jornada de trabalho que é uma bandeira desde que a CUT foi fundada, 10% do PIB nacional para Educação, Soberania Nacional, Reforma agrária, Queremos paz, Valorização dos aposentados, Em defesa da Petrobrás, Igualdade de Oportunidades, 10% do orçamento da União para Saúde, Democratização dos Meios de Comunicação, Contra o PL 4330, e Pela aprovação da Convenção 151 da OIT.


Presenças


Também compareceram à audiência pública os vereadores Ronivaldo Maia, Deodato Ramalho e Acrísio Sena, o Deputado Federal Artur Bruno, além de representantes de sindicatos que formam a rede da Fetamce e demais organizações filiadas à CUT.


Com informações da CUT-CE


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO