Assembleia delibera por paralização geral dos servidores de Trairi


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Trairi (Sispumt) recebeu hoje, 03/03, em assembleia extraordinária, os servidores públicos municipais para tratar das demandas da campanha salarial 2016, que compreende todas as categorias do funcionalismo público.


 


Nesta reunião, seria apresentado o resultado do debate com a prefeitura acerca do reajuste de 50,44% para todos os servidores que recebem acima do salário mínimo e de 11,36% para os profissionais do magistério, marcada para o dia 25 de fevereiro. Porém, o encontro foi adiado para o dia 11 de março, sem nenhuma justificativa.


 


Segundo a diretoria do Sispumt, o prefeito vem tratando os servidores com muito descaso, e por isso muitas reclamações chegam ao sindicato, quase que diariamente. “Resolvemos realizar a assembleia, mesmo sem a reunião com a prefeitura, para discutir e deliberar algumas questões que estão deixando a classe bastante incomodada. Além disso, vamos realizar paralisação geral no dia 14 de março, com direito a passeata, e finalizar com outra assembleia na sede do sindicato, para debater a proposta da prefeitura”, aponta Luzimar Ferreira, secretária geral do Sispumt.


 


O encontro de hoje também definiu outras importantes questões, como: oficiar as secretárias que se manifestem sobre proposta de reajuste para seus servidores; oficiar ao Ministério Público para abertura de inquérito para saber quem são os 163 servidores comissionados do município e a quem são os subordinados; realizar a eleição da comissão para negociação; e intensificar articulação com os demais servidores.


 


O Sispumt informa que não compactua com as práticas degradadoras adotas pela prefeitura e ratifica o compromisso com a luta por mais direitos para o funcionalismo.

Serviço:

Paralisação Geral dos Servidores de Trairi

Dia 14 de Março de 2016

Concentração às 8 horas, na Sede do Sindicato (Av. Gov. César Cals de Oliveira, 124 Trairi-CE)


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO