V Jornada debate controle social, combate à sonegação e à corrupção, e reformas estruturais


Discussões sobre controle social, medidas contra a evasão fiscal e a corrupção pautaram o a primeira mesa de discussão do último dia (13/11) de debates da V Jornada do Trabalho Decente. No segundo momento, o senador José Pimentel debateu as mudanças estruturais mais urgentes no Brasil, que são a regulamentação das comunicações e as reformas política e tributária, que não conseguem avançar no Congresso Nacional.


Analista de finanças da Controladoria Geral da União, Jaqueline Costa apontou as leis de acesso à informação, de combate e prevenção à corrupção, e de conflito de interesses, como um marco legal no avanço do controle das contas públicas. Ela destacou que o combate à corrupção passa, obrigatoriamente, por uma mudança de postura da sociedade que condena os ilícitos praticados pelos políticos, mas tolera desvios morais cometidos cotidianamente.


Já o Senador José Pimentou explicou como se organiza a atual composição da Câmara de Deputados e do Senado Federal, para explicar que as mudanças estruturais que o Brasil precisa realizar passa primeiro por uma Reforma Política com apelo para a desvinculação do financimento privado e por uma aproximação maior dos movimento mais importantes do país. O objetivo é fazer o enfrentamento e formação de bases para avançar nestas demandas.


Veja todas as informações na TV Fetamce:


 


(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));


Controle social, combate à sonegação e à corrupção, e Reformas Estruturais na V Jornada


Discussões sobre controle social, medidas contra a evasão fiscal e a corrupção pautaram o a primeira mesa de discussão do último dia de debates da #JornadaDoTrabalhoDecente. No segundo momento, o senador José Pimentel debateu as mudanças estruturais mais urgentes no Brasil, que são a regulamentação das comunicações e as reformas política e tributária, que não conseguem avançar no Congresso Nacional. Acompanhe tudo na #TVFetamce.


Posted by Fetamce on Sábado, 14 de novembro de 2015


 


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO