Sindicato-Sindsems continua pressionando a prefeitura de Sobral por negociações salariais

O Sindicato-Sindsems único sindicato que representa os professores, quer correção com base no valor ano-aluno em 16% e aumento real do salário.  Em mais uma rodada de negociação salarial com o Sindicato-Sindsems, o secretário da educação, Júlio César da Costa Alexandre, apresentou na tarde de terça-feira dia 13/4, as primeiras informações que irão compor a proposta de reajuste da administração municipal.


Na audiência o Sindicato-Sindsems, justificou ponto a ponto da pauta de reivindicações da categoria com as demandas coletivas da Campanha Salarial de 2011 dos servidores  municipais. A entidade quer correção com base no valor ano-aluno 16% e aumento real do salário.


Segundo o secretário da educação, Júlio César, “As coordenações e assessorias da secretaria já estão finalizando as previsões orçamentárias e os impactos da folha para apresentar o percentual de composição para aumento de salário. Porém, ressalta que as negociações finais do aumento serão acertadas diretamente com o prefeito Veveu Arruda, mas adianta que para

este ano o reajuste apresentará percentuais significativos”. Conclui.


No encontro, além de ter discutido reajuste salarial também foram abordados assuntos de interesse dos servidores da educação, destacando a necessidade de critérios para liberação das licenças-prêmios, retorno dos protocolos de readaptação de função, definição das portarias que regulamenta os pontos especificados no PCR do magistério, como progressões por tempo de serviço e graduação, liberação para mestrado sem perda da remuneração e outros

pontos.


Para o presidente do Sindicato-Sindsems, Célio Brito, “O secretario da educação terá que voltar seu olhar também para os outros profissionais da educação do quadro administrativo, como as secretárias escolares, merendeiras, vigilantes e zeladoras, estes servidores também contribui para a melhoria dos índices de aprendizagem na educação, portanto merecem ser valorizados”. Lembra.


Os servidores municipais de Sobral, já está há muito tempo lutando por um reajuste real no salário. Assim como, antecipação da data-base para primeiro de janeiro, concurso público para diminuir o quadro de temporários e cooperados, que trabalham de forma precarizada, sem as garantias trabalhistas.
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO