Sindicato de Redenção e Prefeitura constroem uma proposta de PCR do magistério

Mudanças do comportamento da Prefeitura em relação à luta realizada pelo Sindicato dos Servidores de Redenção, faz avançar nas conquistas. Durante audiência realizada no dia 11/3, na sede da Secretaria de Educação foi negociado o esqueleto do PCR. Todas as propostas que o Sindicato encaminhou foram aceitas, inclusive, a criação das classes pelos níveis de formação, garantido ao Sindicato participação na comissão de avaliação de desempenho e enquadramento do plano que será a partir de abril de 2012.


Garantimos ainda que o professor que estiver com ampliação de um ano e seis meses torna-se o segundo expediente efetivo, a liberação de 1,5% de professor liberado com remuneração para realizar o curso de mestrado, sete dias para elaboração de monografia no curso de graduação, e ainda 18,05% para professor especialista, 15,94% para graduados e 9% para nível médio.


Na audiência, estavam presentes a prefeita Cimar, a secretária de Educação, Ana Paula, o assessor do município Irineu, os vereadores Aecio e Mairton, a presidenta do Sinsempre Eliane, as diretoras do Sindicato Núbia e Marta, assessor jurídico do Sinsempre, Valdecy Alves, vários professores e professoras, diretoras e coordenadoras das escolas e supervisores de ensino.


O projeto será encaminhado à Câmara de Vereadores para votação no próximo dia 18/03, às 9hs. A presidenta do Sindicato avalia que a construção deste momento foi fruto de muita luta, varias participações na rádio, varias assembléias, manifestações, com tudo isso conseguimos sensibilizar do Poder Executivo e ainda o aumento dos recursos do FUNDEB que nos últimos 3 anos o aumento foi de 41% . Só para o ano de 2011 este aumento de acordo com a previsão é de 17%.


Com todas estas informações culminamos em plano consensuado e um reajuste devido e já deixamos agendado uma próxima audiência para o 2º semestre, quando iremos saber como ficou o consolidado. Se superar o esperado, teremos a possibilidade de aumentarmos os percentuais concedidos para este momento, que deixou a categoria satisfeita e principalmente o Sindicato que enxergamos portas abertas para iniciarmos as negociações dos planos de carreira da saúde e dos técnicos administrativos. Para nós o mais importante são as conquistas que podemos garantir para a categoria. O projeto está previsto ir para votação na Câmara no próximo dia 18/3.
Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO