Servidores municipais de Redenção retomam greve


Os professores municipais, agentes administrativos e profissionais de saúde de Redenção entram em greve a partir de amanhã (31). A categoria se reúne no salão paroquial amanhã, às 9h, para discutir as estratégias de luta, realizando o calendário de mobilizações para o período. A greve foi deliberada em assembleia geral, realizada dia 24 de julho, após o insucesso das negociações da Prefeitura com a categoria.


Em junho, em audiência na Promotoria de Justiça do Estado, na Comarca de Redenção, a Prefeitura havia se comprometido de enviar ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Redenção (Sinsempre) a folha de pagamento contendo todos os gastos do Executivo. O Sindicato ficou de verificar os gastos do Município e estudar a possibilidade de maiores reajustes aos professores (confira a matéria aqui).


De acordo os estudos realizados pelo Sinsempre, a gestão municipal vem realizando gastos elevados com o aluguel de novos veículos e com combustível de sua frota de carros, dinheiro que, segundo os cálculos da entidade, poderia ser remanejado para o pagamento da folha dos docentes. Além disso, a entidade aponta que o Executivo estaria realizando gastos em projetos que seriam importantes, mas não seriam prioridade, como a criação da Coordenadoria de Comunicação Social e de uma assessoria jurídica para a Educação.


Segundo Marta Caetano, presidente Sinsempre, a Administração municipal disse que iria negociar a situação dos profissionais de saúde a partir de outubro. Marta informa ainda que na assembleia de amanhã será mostrado aos servidores o estudo dos gastos do Município, realizado pelo Sindicato.


Fonte: Fetamce

DEIXE UM COMENTÁRIO