Servidores de Tabuleiro do Norte iniciam greve na segunda-feira, 25

Servidores de Tabuleiro do Norte vão cruzar os braços a partir da próxima segunda-feira, 25 de junho. Em assembleia realizada na terça-feira 19 de junho, os trabalhadores do funcionalismo público da cidade, com exceção dos professores, decretaram greve por tempo indeterminado. O movimento inicia na próxima semana, tendo em vista cumprir o prazo de 72 horas antes da paralisação. A categoria também informa que obedecerá os critérios da mesma Lei e manterá 30% dos servidores da saúde trabalhando para atender os casos de emergências.

A greve ocorre após serem frustradas as tentativas de negociação com o prefeito, Dr. Rildson, que não atendeu as reivindicações dos trabalhadores. Os servidores estão há mais de 10 anos sem reajuste salarial.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tabuleiro do Norte (SIMSEP), Antônio Marcos, a pauta de reivindicação também inclui a incorporação de 20% das gratificações e formação de uma comissão para estudo e elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para diversas funções da administração pública.

“Foram cinco meses tentando dialogar com a atual gestão e tendo como resposta o silêncio”, comenta o presidente da entidade sindical. O dirigente pede ainda a “compreensão e o apoio da população para com esses servidores”, que há uma década lutam pela efetivação de um direito constitucional, que é a reposição salarial anual.

DEIXE UM COMENTÁRIO