Professores de Crateús protestam em busca do precatório do Fundef

No último sábado, os professores municipais de Crateús foram às ruas defender que recebam pelo menos 60% dos valores referentes ao precatório do antigo FUNDEF.

Os profissionais do magistério ocuparam a cidade com motos e carros, empunhando bandeiras e cartazes. O objetivo é pressionar a Prefeitura para que negocie a demanda com os trabalhadores.

O Sindicato dos Professores de Crateús argumenta que a Lei que regulamenta o fundo garante a destinação dos recursos para os educadores. Inclusive, recentemente a entidade conseguiu o reconhecimento deste direito na Justiça.

Entre os apoios conquistados pelo movimento classista está o dos empresários, comerciantes e comerciários da cidade, que reconhecem a importância dos profissionais receberem os valores e colocarem o dinheiro para circular no comércio crateuense.

Nas redes sociais, o sindicato continua com a campanha: “O PRECATÓRIO FUNDEF DE CRATEÚS TEM DONO: 60% É DOS PROFESSORES E 40% É PARA A MANUTENÇÃO E MELHORIA DA EDUCAÇÃO. Prefeito, Marcelo Machado, faça valer este direito!”

DEIXE UM COMENTÁRIO